Design responsivo, porque ele deve ser prioridade para as marcas.

No último dia 21, o Google anunciou uma medida que trouxe a tona um tema muito importante, o design responsivo. Com os novos selos de “mobile friendly”, a gigante das ferramentas de buscas passou a priorizar em seus algoritmos sites que correspondessem aos critérios de responsividade apontados pela empresa.

O que isso mudou?

Agora, se sua empresa deseja estar no topo das buscas, um dos critérios a serem atendidos é de um design responsivo. Atendendo a essa exigência, automaticamente o Google irá “ranquear” melhor sua página, atribuindo-lhe maior relevância.

Como vocês podem perceber, este é um dos principais motivos para que a sua empresa esteja de acordo com essa nova demanda. Entretanto, você deve estar pensando, o que seria exatamente um design responsivo? O que define se o seu site é (ou não)?

A seguir explicaremos um pouco melhor pra você o que é, sua importância e os principais benefícios…

design responsivo. agencia prime

De uma maneira prática, podemos definir como design responsivo aquele cujo layout se adapta ao dispositivo do usuário, se adequando a vários formatos de tela e resoluções, seja ele qual for. Tablet, smartphones ou desktop.

Porque é tão importante se adaptar?

Não podemos partir do pressuposto que todas as pessoas se conectam apenas por computadores, celulares ou tablets. A tecnologia vem ampliando muito as suas opções, e hoje podemos acessar a internet até mesmo em televisões com 50 polegadas, ou relógios. Sendo assim, o melhor que podemos fazer é garantir a acessibilidade do conteúdo independente do meio que usuário for acessa-lo, proporcionando uma experiência de navegação agradável e intuitiva ao consumidor.

Porque é tão importante ser responsivo?

De um modo prático, podemos dizer: Porquê economiza. Economiza tempo, economiza dinheiro, economiza dor de cabeça, economiza trabalho. Somente sendo responsivos que podemos encontrar soluções e fórmulas inteligentes que reutilizam de forma lógica layouts, tipografias, imagens, espaços, grids e afins, evitando que você tenha que desenvolver sites específicos para cada plataforma. Com o design responsivo você tem um único site/layout que atende todas as suas necessidades, minimizando demandas.

E os benefícios?

Veja a seguir os benefícios do design responsivo:

É econômico e viável.

Com o design responsivo você evita fazer diferentes sites para diferentes plataformas. O layout se adapta a qualquer tipo de tela e você economiza.

Melhora a experiência do usuário (e as chances de conversão).

Com um layout claro e objetivo, a navegação intuitiva fluirá de maneira mais fácil, tornando a experiência do usuário positiva e aumentando suas chances de conversão.

Posiciona melhor o seu site em ferramentas de busca.

Lembra que nós falamos sobre as novas regras do Google lá em cima? Então, é justamente sobre elas! Com um design responsivo seu site “raquea” melhor?

Melhora o monitoramento e análise de estatísticas do site.

Com um único site para todas as plataformas você uniformiza as informações, concentrando o fluxo de dados em um único site com design responsivo.

Flexibilidade de adaptação.

Com o avanço da tecnologia, não podemos medir que outros dispositivos teremos no futuro. Ao adotar o design responsivo, essa preocupação podemos antecipar algumas preocupações alheias e prevenir-se para as tecnologias do futuro.

Por fim, para você ter uma ideia real do que é um design responsivo, abra o site da Agência Prime em um tablet, smartphone e um computador, se possível simultaneamente. E você verá como o design se comporta em cada uma das telas.

O que é Mobile Friendly e por quê seu site deve ser

A partir de hoje, O Google levará ainda mais em questão na hora de avaliar o posicionamento de sua página se ela for Mobile Friendly, ou seja, se ela for compatível com dispositivos movéis (tablets e principalmente celulares) isso em uma linguagem mais técnica significa saber se o seu site é responsivo: que ele funcione bem a vários tipos de telas e forneça uma experiência agradável a seu usuário.

Por que é tão importante Agradar o Google?

Ele processa milhões de pesquisas por hora e o posicionamento nele é o que define se o público vai encontrar sua empresa ou a do seu concorrente.

Captura de Tela 2015-04-21 às 15.35.31
Numa cidade de mais de 80 mil habitantes e com 3 Faculdades e cerca de 8 mil Alunos por ano o mercado de imóveis não para es se a sua empresa não estiver ali?

Qual é a intenção?

Um dos maiores “mantras” do Google é que a usabilidade do usuário deve ser respeitada, isto é tão forte e ele leva isso tão a sério que até com o Google Adwords (em que você participa de um leilão com seus concorrente para que seu link apareça nas pesquisas e paga por cliques) ele avalia seu site e lhe fornece uma nota de 0 a 10, e este é apenas um dos fatores para definir quem vai aparecer primeiro (e não somente o quanto você oferecer no leilão por click)

Você provavelmente verá uma grande diferença se seu site é antigo, não está bem estruturado e se ainda for em flash, o Google já havia avisado há 2 meses atrás sobre essa principal mudança e até preparou um Guia para Mobile além de um teste para você descobrir se seu site está preparado.

Tudo pela experiência do Usuário

Teste do Google Mobile Friendly com a Página da Agência Prime.
Teste do Google Mobile Friendly com a Página da Agência Prime.

Esta mudança está relacionada principalmente a mudança de comportamento do usuário, em uma pesquisa publicada em 2013 sobre o comportamento dos Brasileiros sobre mobile(celulares) cerca de 76% dos usuários de smartphones já usaram aplicativos para conversar com os amigos, 75% para ler e-mails e 64% para se inteirar das últimas notícias. (IBOPE). E Hoje, em 2015, com a popularização dos smartphones podemos constatar cada vez mais uma enxurrada de apps fazendo parte da nossa rotina como EasyTaxi, Airbnb e até o polêmico Uber.

Você pode até não ter percebido, mas com certeza você realiza pesquisas triviais durante o seu dia a dia no seu celular ao invés de ir para seu computador e  cada vez mais consumir conteúdo, seja ele vídeo, imagens e texto em nossos smartphones, tablets e até mesmo em SmartTvs. Essa é uma tendência cada vez maior e se você tem um negócio na internet precisará se atualizar.

Não sabe como deixar seu site responsivo ou quer ajuda para enfrentar essa transição? Entre em contato com a gente!

Como atrair o prospect e transforma-lo em lead.

Quando um consumidor chega até nós, classificamos o como um prospect, e talvez um possível lead. Entretanto, você sabe o que diferencia o prospect de lead, e como transformar um em outro? A seguir nós iremos falar o que os diferencia estes dois perfis de consumidores e como atrair o prospect e transforma-lo em lead.

Prospect: É um contato/pessoa que está em processo de prospecção, ou seja, ele está interessado em seu produto/solução, mas ainda precisa ser convencido.

Lead: É um contato mais “amadurecido” que passou pelo processo de prospecção, manteve o interesse e forneceu os seus dados para a empresa, a fim de receber mais informações à cerca do produto.

Entre os leads, há dois tipos de perfis: os qualificados e os não qualificados. Deste grupo, apenas os qualificados é que resultarão em clientes.

A seguir, veja como atrair o prospect e transforma-lo em lead:

 

como atrair o prospect e transforma-lo em lead. PRIMEX

Para atrair o prospect, você precisa alimenta-lo com conteúdo.

O conteúdo que você oferece é que será responsável por convencê-lo que seu produto/serviço é o ideal para atender suas necessidades e solucionar seu problema.

O conteúdo também pode ser a chave para você transformar o prospect em lead. Você sabe como? Veja 5 formas de utilizar o conteúdo como um catalizador de contato:

E – books

São conteúdos completos, ricos em informações e densos demais pra serem apresentados ou reproduzidos em outros formatos e plataformas. Em geral, eles oferecem alguma proposta/solução relacionada ao serviço oferecido (que se pretende vender). Exemplo: Quer saber como conquistar novos clientes? Baixe seu e-book aqui.

Whitepapers

Whitepapers são conteúdos mais curtos e simplificados, focados mais em uma solução específica, e não no problema como um todo. Em geral, são apresentados de forma enumerada, com títulos que instigam o prospect que está em busca deste tipo de informação. Exemplo: “5 formas de atrair a atenção da sua audiência”, “10 técnicas de Marketing Digital” e afins…

Webinars

Webinars são conteúdos em formato de vídeo com apresentação de slides. Uma espécie de webconferência, onde o “palestrante” apresenta o tema determinado de forma mais pessoal e até mesmo informal, uma espécie de bate-papo onde a parte interessada ouve, enquanto o especialista fala sobre a sua área de conhecimento.

Templates

Templates são modelos pré prontos de planilhas, documentos, entre outros conteúdos pertinentes a determinado perfil de cliente. Ao disponibiliza-los, você não somente facilita o dia-a-dia do seu prospect como o transforma em lead captando os seus valiosos dados em troca de uma proposta de valor. No caso, uma planilha/modelo pronto para atender as suas necessidades.

Ferramentas

Neste caso, em específico, o conteúdo é apresentado em forma de serviço. O formato é recomendado para empresas de sistemas, automação de negócios, entre outros serviços, cujo principal benefício está na sua usabilidade. Sendo assim, uma boa isca seria exemplo: Cadastre seu e-mail e teste grátis o nosso programa por um mês!

Por fim, para que estas práticas funcionem, é indispensável que se construam boas Landing Pages. Você precisa transmitir confiança, pois a pessoa deixará ali os seus dados. Ninguém fornece dados a uma página mal feita, desorganizada ou suspeita. Outro ponto indispensável é saber despertar o interesse do seu prospect, você pode ter o melhor conteúdo do mundo, mas ele não fará sucesso se você não souber vende-lo como tal.

A partir daí, todo o processo de qualificação de lead é outra etapa. Quer saber como obter os melhores resultados? Conte com a Agência Prime pra te dar assessoria!

Marketing para Startups: Como ampliar o potencial do seu negócio.

Startups são empresas novas (recém criadas), desenvolvidas por pessoas inovadoras, cujo projeto promissor apresentado se encontra em fase de desenvolvimento e pesquisa de mercados. Sua principal característica é o modelo de negócio, repetível e escalável, que é responsável por gerar valor a empresa, transformando trabalho em dinheiro.

O Marketing para Startups é diferente, pois a sua proposta de valor não está no projeto idealizado (em si), mas na sua concepção, ou seja, ideia.

Diferentemente de marcas já estabelecidas, ao montar um Startup o empreendedor tem que lidar com o baixo orçamento, ligado às incertezas de retorno deste investimento. A sua ideia pode ser ótima, mas não aplicável. O seu modelo pode ser bom, mas não rentável. Durante esse processo sua ideia precisa ser defendida e estabelecida com confiança, ao mesmo tempo em que é implantada no mercado através de estratégias agressivas de vendas. No primeiro passo, o seu modelo passa por um processo de validação, no segundo você escala o seu negócio.

marketing para startups - PRIME

Para estabelecer-se em ambas as fases, acompanhe os quatro passos a seguir:

Marketing para Startups:

+ Conteúdo

Demonstre conhecimento e domínio sob o assunto, seja você o criador do próprio conteúdo e torne-o compartilhável. Atrais os potenciais clientes através da informação e torne-se um formador de opinião de determinada área.

Monitoração

Comprometa-se com o monitoramento de suas funções. Analise os dados do analytics semanalmente e observe quais estratégias deram certo x deram errado. Quantas pessoas entraram em seu site? Quais palavras elas buscam? Quantas menções, RT’s, likes, compartilhamentos e comentários foram gerados? Monitore todas as ações, em todas as plataformas digitais, e crie análises mais aprofundadas.Caso sua estratégia de marketing não esteja dando certo, não tenha medo de ajustá-la.

+ Interação

Interagir com o seu público vai além de produzir conteúdo de qualidade. De nada adianta “lança-lo” se não estiver atento ao feedback das pessoas e disposto a interagir com perguntas, respostas, conversas e discussões.

Otimização

Tanto Startups quanto grandes empresas pecam ao acreditar que para fazer mudanças todo o processo de comunicação/layout deve ser transformado. Nada é estático e toda mudança começa com pequenos gestos. Portanto, coloque a otimização de SEO e usabilidade como parte de suas tarefas diárias e comprometa-se a buscar constantes melhorias para ampliar resultados. Releia sempre os textos de seu site e se pergunte: Eles estão claros? otimizados para SEO? Alguma informação do site precisa mudar?

Como destacar seu site nos resultados de busca do Google.

Você já deve ter ouvido falar sobre a importância do SEO – Search Engine Optimization para “ranquear” melhor sua página nos resultados de busca do Google. Entretanto, muita pouca gente sabe o que realmente significa essa sigla e como ela age de fato para otimizar os seus resultados.

Sendo assim, que tal saber um pouco mais sobre como utilizar essa ferramenta a seu favor? A seguir, veja alguns passos para melhorar o seu posicionamento:

resultados de busca - PRIME

 

Como se destacar nos resultados de busca:

  • Conteúdo
    As pessoas usam a internet em busca de informação, para encontra-la o Google busca diariamente os melhores conteúdos para “ranquea-los” em suas primeiras páginas. Quer estar no topo? Invista em conteúdo! Crie ebooks, vídeos, posts em blogs, quanto maior for à quantidade de cliques em seu site, mais o Google impulsionará os cálculos do mecanismo de busca.
  • Otimização Off – Page

Responsável por 80% do sucesso de uma campanha de SEO, a otimização off-page visa trabalhar na construção de links externos, agregando valor ao seu conteúdo e tornando-o em referência em determinada área. Back link é o link usado para ser levado a outra página, que torna o seu conteúdo mais relevante.

  • Guest Blogging

Guest blog são links seus divulgados em um site ou blog reconhecido. Esses links possuem um valor maior de relevância para o Google. Para conquistar estes “contatos”, conecte-se a críticos, autores, professores, entusiastas, experts ou qualquer um que opere um site em sua área.

  • Plataforma integrada

Web 2.0 é o termo que usamos para designar sites que possuem um componente de rede social integrado. A melhor forma de construir links e criar benefícios fortes de SEO por meio desses sites é criando conteúdo que foque em palavras-chave. Sempre tente incorporar multimídia, como vídeos e imagens.

  • Depoimentos

Depoimentos geram backlinks, e o melhor de tudo, gratuitamente! Ao expor depoimentos de parceiros e fornecedores o cliente/consumidor se identifica com quem emite a mensagem e dá mais crédito ao que a empresa diz.