Posts em Redes Sociais: Os melhores horários pra você atualizar.

Frequentemente, estudos com base em análises comportamentais dos usuários das redes, plataformas e redes sociais são lançados, divulgando dados relevantes a todos os social media que buscam prever e até mesmo monitorar o comportamento do consumidor, a fim de descobrir quais são os horários mais propícios para gerar acessos e engajamento.

A seguir, reunimos alguns destes dados para que você possa traçar o seu planejamento estratégico com embasamento no comportamento do consumidor.

Veja mais sobre o assunto:

redes sociais

Facebook

Segundo dados levantados pela plataforma do site Buffer App, as taxas de engajamento no Facebook são até 18% maiores nas quintas e sextas feiras, aumentando para 32% o índice nos fins de semana. Além disso, este mesmo estudo também aponta dois horários em que as publicações têm maior alcance. Às 13h as publicações tem mais engajamento, enquanto às 15h elas tem mais cliques. Para a sua estratégia, você pode escolher qual destes fatores é mais importante: engajamento ou cliques? quantidade ou qualidade?

Twitter

A taxa de engajamento no Twitter é até 17% maior nos fins de semana, de acordo com uma pesquisa realizada por Dan Zarrella. Entretanto, segundo um outro estudo, realizado pela Argyle Social, o índice de engajamento é 14% maior durante a semana.

Estes estudos demonstram que não há um “padrão comportamental” ou até mesmo regularidade nesta rede, sendo assim, seria interessante para a empresa ou social media observar mais o comportamento específico do seu público alvo, uma vez que eles variam, é necessário “afunilar” o target e filtrar melhor os interesses da empresa.

Segundo as mesmas pesquisas, a taxa de RT’s é maior em torno das 17h. Para cliques nos links dos tuítes, os melhores horários são ao meio-dia e às 18h.

LinkedIn

Específica para profissionais, o Linkedin é uma rede social que costuma ter o seu “pico” de compartilhamentos durante a manhã, de acordo com os dados levantados pelo portal AddThis. Este mesmo estudo também aponta que, consequentemente, a maior taxa de cliques se concentra no período da tarde, após os compartilhamentos.

Em um estudo mais detalhado sobre os melhores períodos e dias de cada mídia social, o AddThis apontou que o horário de pico do LinkedIn é nas terças-feiras, entre 10h e 11h.

OBS: Caso queira complementar seus estudos, você pode também acessar o Insights do Facebook. Clicando em “Publicações” você pode escolher a opção: “Quando os fãs estiverem conectados” e analisar o comportamento dos seus fãs. Realize postagens em vários horários e faça testes para observar o retorno dos fãs/usuários.

Títulos: O tamanho perfeito para cada meio/veículo de comunicação.

Funcionais e atrativos, os títulos de um conteúdo devem conter a essência do que se pretende ser transmitido de forma incisiva e instigante. Mais do que isso, os títulos devem ser capazes de provocar emoções com uma poderosa mistura de criatividade e posicionamento estratégico de SEO. Um título bem construído é a melhor base que você precisa ter para construir um bom texto, e consecutivamente, torna-lo irresistível…Você sabe quais são os tamanhos ideais de títulos para posts em blogs e redes sociais? Veja a seguir como construir cada um deles:

títulos

Títulos: Como elaborar o tamanho ideal.

Para blogs.

Para que o título todo seja lido, o limite determinado pelos mecanismos de busca é de 200 caracteres, excedendo esse limite o título fica cortado, ou seja, para o leitor/usuário o título não será compreendido e ficará uma incógnita que pode ou deve desestimular o clique. Para criar títulos atraentes, procure não exceder esse limite e molde o conteúdo em formato de listas, por exemplo: 5 dicas pra você criar um bom blog.

Para Twitter.

No caso do twitter, os caracteres são ainda mais limitados. Como fazer? Ocupe entre 70 a 100 caracteres (no máximo) criando uma chamada para o hiperlink. Se possível, deixe espaço para inserir comentários adicionais em RT’s, por exemplo.

Para Facebook.

Competir com inúmeros posts que correm no feed de notícias da timeline é difícil, portanto, nestes casos, recorra a títulos mais imperativos, com no máximo 100 caracteres e voz de comando que indique ações junto a perguntas e respostas. Exemplo: “Você sabe como fazer conteúdo de qualidade? Veja a seguir como desenvolver.”

OBS: Esta técnica também se aplica a publicações no Google +.

Para Linkedin.

Esta rede social é segmentada, ao contrário do twitter/facebook, as pessoas não estão ali “à toa”, sendo assim, trabalhe com manchetes impactantes, de 80 a 120 caracteres e evite ao máximo que o leitor tenha que clicar em “show more” para ler mais, caso contrário, há grandes chances do usuário não terminar de ler.

Para SlideShare.

Esta famosa plataforma de slides oferece um espaço para títulos muito pequenos, o que limita os caracteres de 80 a 100 no máximo. Neste caso, resuma a essência do conteúdo no título e limite-se a mostrar o conteúdo que será apresentado, sem maiores explicações.

Para e-mails marketing e News.

Em casos de e-mail marketing, há grandes chances de seu conteúdo vá parar na black list, como nós já falamos aqui. Neste caso, o recomendável é: Não ultrapasse o limite de 100 caracteres e evite palavras como: Promoção! Sorteio! Pontos de exclamação e afins.

Criação de Buyer/Persona: Como estreitar o público alvo.

Como diria Al Ries e Jack Trout no livro: Posicionamento – A batalha por sua mente, “quem quer ser tudo para todos acaba não sendo nada”, ou seja, se você quer fazer sucesso, sua empresa deve ter um posicionamento claro no mercado para conquistar um espaço na mente do consumidor. Entretanto, para adotar um posicionamento, é necessário primeiramente conhecer a fundo o seu público alvo. Você conhece verdadeiramente o comportamento do seu consumidor?

Veja a seguir algumas dicas pra você estreitar o seu público alvo e delinear seu buyer/persona sem erro:

público alvo buyer persona

Criação de Buyer/Persona: Como estreitar o público alvo.

Pesquise muito!                                                                       

Pesquise muito, pesquise bastante, e quando achar que sabe o bastante, pesquise mais. Só há um jeito de conhecer bem o seu público alvo, pesquisando. E isso vai além dos tradicionais “questionários” superficiais, é preciso descobrir as preferências e os hábitos de seu buyer/persona.

Refine os perfis de buyer/persona.

Após pesquisar muito, vários perfis distintos de público alvo podem ser traçados, tornando a estratégia de marketing de sua empresa muito mais difícil. Sendo assim, após fazer a coleta de dados, selecione uns dois ou três perfis de público alvo principais e priorize-os.

Qualifique os perfis de buyer/persona.

Em toda e qualquer estratégia de marketing, há dois tipos de públicos a serem trabalhados: os possíveis clientes x clientes em potencial. Nestes casos, os possíveis clientes podem não necessariamente tornar-se clientes em potencial, mas já os clientes em potencial muito provavelmente estarão qualificados para finalizar uma compra. Sendo assim, na hora de traçar sua estratégia de comunicação, priorize o grupo de clientes em potencial para uma abordagem mais direta e efetiva.

Agrupe preferências

Os perfis de público alvo não precisam ser agrupados necessariamente por faixa etária, eles podem ser divididos de acordo com seus gostos e preferências para serem abordados de acordo com dados mais específicos do gênero do que propriamente a idade.

Cumprindo estas etapas, sua empresa poderá direcionar de forma muito mais assertiva todas as etapas do marketing de conteúdo, que incluem produção, publicação, planejamento e muito mais.

Call to Action: Dicas para otimizar sua chamada de ação.

Também conhecidos como “gatilhos” ou “chamadas”, os call to action, botões de ação, são especialmente desenvolvidos para convidar o usuário a tomar uma decisão. Seja para baixar um e-book, deixar seu contato ou adquirir um produto, o call to action é um botão de ação, e para que o mesmo cumpra a função a qual foi destinado, nós, da Agência Prime, separamos algumas dicas para você otimizar esse botão:

call to action

Call to Action: Como otimizar

Alterne as chamadas entre botões, links ou imagens.

Uma “chamada” para ação não precisa ser necessariamente um botão escrito: ENTRE EM CONTATO. Aqui mesmo neste post, por exemplo, nós direcionamos você, leitor, a nossa página principal através de um link.

O mesmo pode acontecer com imagens e afins. Seja criativo e surpreenda o seu leitor!

Seja específico!

Evite utilizar termos vagos que confundam o usuário no processo de decisão. Botões como: Baixe o seu e-book! Receba a nossa news e etc são muito mais objetivos sem deixar de emitir a mensagem principal, conduzindo a ação através do verbo.

Crie urgência e gere impacto.

Não é novidade para nenhum de nós que somos bem mais decisivos quando estamos sob pressão. No caso dos call to action, essa “pressão” pode ser exercida através de urgências que são criadas e impactos que são gerados.

Por exemplo: Adquira o seu produto agora e ganhe 20% de desconto. Faça seu cadastro e ganhe um mês de conteúdo grátis!

Este tipo de “ação” é o gatilho que motiva a decisão por emoções, feita de maneira ágil e intuitiva.

Realize um jogo de troca.

Se você quer o contato de fulano, você precisa oferecer algo em troca para que ele lhe ofereça os dados. Este tipo de prática é muito comum em diversos sites e você já deve ter se pego assinando algum formulário para receber algum material.

Exemplo: Baixe o seu e-book e aprenda a perder 5kg em uma semana, etc…

Direcione o usuário a ação.

Setas, assim como as utilizadas em placas de sinalização, podem ser muito úteis dentro de sua landing page ou página de conversão. Entretanto, tenha cuidado para que estas setas não compitam com as chamadas de ação.

Para saber como posiciona-las e como defini-las, um estudo sobre usabilidade e teorias das cores pode ser útil.

Por fim, para páginas de conversão ou call to action, você pode contar com o auxílio de uma agência especializada no que faz. Entre em contato com a Prime e descubra as soluções que nós temos para sua empresa!

Blacklist: Como evitar que seu e-mail vá parar na caixa de spam.

Ao trabalhar com Email Marketing, uma empresa deve estar ciente dos riscos desta mensagem não chegar até o destinatário, indo parar na famosa “blacklist”, lista de e-mails usados por alguns provedores para evitar que os e-mails de remetentes duvidosos cheguem até a caixa de entrada, espalhando vírus e etc…

Você sabe o que fazer pra evitar que seu email vá parar nesta lista?

e-mail

Veja como evitar que seu e-mail vá parar na caixa de spam:

  1. Evite assinaturas duplicadas

Ao cadastrar clientes em sua base de dados alguns contatos podem ser duplicados, fazendo com que suas caixas de e-mail recebam dois e-mails a cada envio, para evitar que isso aconteça procure autorizar somente uma assinatura por e-mail no seu banco de dados.

  1. Evite anexar documentos/imagens

Em geral, e-mails com anexos são os que mais espalham vírus e por este motivo os provedores citados acima podem bloqueá-lo. Neste caso, recomendamos que as informações sejam inclusas no corpo do texto do e-mail, disponibilizando links para as possíveis imagens, se necessário.

  1. Inclua links para cancelar a assinatura

Quando e-mails se tornam inconvenientes, todos os esforços para manter a comunicação são inválidos. Dê ao seu consumidor a oportunidade de cancelar o envio quando quiser, demonstre respeito pela liberdade de escolha dele e deixe as opções de cancelamento fáceis.

  1. Crie um e-mail com o nome da empresa

Facilite a identificação por parte do consumidor, caso ele não saiba quem está enviando o e-mail é bem provável que o exclua sem sequer abri-lo ou lê-lo. O nome da empresa também é interessante para ser adicionado aos contatos, evitando ser reconhecido como desconhecido pelo provedor.

  1. Incentive o remetente a adiciona-lo como contato

No final de cada e-mail, junto com a opção de cancelar a assinatura solicite que o remetente lhe adicione como contato para assegurar que as próximas newsletters possam ser entregues sem serem desviadas a caixa de spam pelo provedor.

  1. Evite termos de baixa reputação

Palavras como: Promoção, grátis, imperdível, fique rico rapidamente, oportunidade, sorteio e afins são classificadas como spam e fazem com que normalmente o provedor envie o seu e-mail direto para a caixa de spam. Evite usa-los para não ser confundido com vírus.

  1. Não venda suas informações do cadastro

Quando um cliente/consumidor se cadastra em um site, informações pessoais são repassadas e o mínimo que ele espera é que sua empresa tenha um compromisso ético em preservar estas informações. Portanto, não venda-as!

  1. Inclua uma versão de texto

Se você está mandando um e-mail html, inclua uma versão em texto. O oposto também é válido, cada pessoa tem suas preferências na hora de ler e-mails e com essa opção você pode facilitar a leitura de quem está recebendo o seu material.

E por fim, uma dica de ouro! Se você está em dúvidas se o seu e-mail se encontra em alguma blacklist, consulte seu IP, domínio ou nome de contato no site Mxtoolbox.

Como atrair o prospect e transforma-lo em lead.

Quando um consumidor chega até nós, classificamos o como um prospect, e talvez um possível lead. Entretanto, você sabe o que diferencia o prospect de lead, e como transformar um em outro? A seguir nós iremos falar o que os diferencia estes dois perfis de consumidores e como atrair o prospect e transforma-lo em lead.

Prospect: É um contato/pessoa que está em processo de prospecção, ou seja, ele está interessado em seu produto/solução, mas ainda precisa ser convencido.

Lead: É um contato mais “amadurecido” que passou pelo processo de prospecção, manteve o interesse e forneceu os seus dados para a empresa, a fim de receber mais informações à cerca do produto.

Entre os leads, há dois tipos de perfis: os qualificados e os não qualificados. Deste grupo, apenas os qualificados é que resultarão em clientes.

A seguir, veja como atrair o prospect e transforma-lo em lead:

 

como atrair o prospect e transforma-lo em lead. PRIMEX

Para atrair o prospect, você precisa alimenta-lo com conteúdo.

O conteúdo que você oferece é que será responsável por convencê-lo que seu produto/serviço é o ideal para atender suas necessidades e solucionar seu problema.

O conteúdo também pode ser a chave para você transformar o prospect em lead. Você sabe como? Veja 5 formas de utilizar o conteúdo como um catalizador de contato:

E – books

São conteúdos completos, ricos em informações e densos demais pra serem apresentados ou reproduzidos em outros formatos e plataformas. Em geral, eles oferecem alguma proposta/solução relacionada ao serviço oferecido (que se pretende vender). Exemplo: Quer saber como conquistar novos clientes? Baixe seu e-book aqui.

Whitepapers

Whitepapers são conteúdos mais curtos e simplificados, focados mais em uma solução específica, e não no problema como um todo. Em geral, são apresentados de forma enumerada, com títulos que instigam o prospect que está em busca deste tipo de informação. Exemplo: “5 formas de atrair a atenção da sua audiência”, “10 técnicas de Marketing Digital” e afins…

Webinars

Webinars são conteúdos em formato de vídeo com apresentação de slides. Uma espécie de webconferência, onde o “palestrante” apresenta o tema determinado de forma mais pessoal e até mesmo informal, uma espécie de bate-papo onde a parte interessada ouve, enquanto o especialista fala sobre a sua área de conhecimento.

Templates

Templates são modelos pré prontos de planilhas, documentos, entre outros conteúdos pertinentes a determinado perfil de cliente. Ao disponibiliza-los, você não somente facilita o dia-a-dia do seu prospect como o transforma em lead captando os seus valiosos dados em troca de uma proposta de valor. No caso, uma planilha/modelo pronto para atender as suas necessidades.

Ferramentas

Neste caso, em específico, o conteúdo é apresentado em forma de serviço. O formato é recomendado para empresas de sistemas, automação de negócios, entre outros serviços, cujo principal benefício está na sua usabilidade. Sendo assim, uma boa isca seria exemplo: Cadastre seu e-mail e teste grátis o nosso programa por um mês!

Por fim, para que estas práticas funcionem, é indispensável que se construam boas Landing Pages. Você precisa transmitir confiança, pois a pessoa deixará ali os seus dados. Ninguém fornece dados a uma página mal feita, desorganizada ou suspeita. Outro ponto indispensável é saber despertar o interesse do seu prospect, você pode ter o melhor conteúdo do mundo, mas ele não fará sucesso se você não souber vende-lo como tal.

A partir daí, todo o processo de qualificação de lead é outra etapa. Quer saber como obter os melhores resultados? Conte com a Agência Prime pra te dar assessoria!

Como destacar seu site nos resultados de busca do Google.

Você já deve ter ouvido falar sobre a importância do SEO – Search Engine Optimization para “ranquear” melhor sua página nos resultados de busca do Google. Entretanto, muita pouca gente sabe o que realmente significa essa sigla e como ela age de fato para otimizar os seus resultados.

Sendo assim, que tal saber um pouco mais sobre como utilizar essa ferramenta a seu favor? A seguir, veja alguns passos para melhorar o seu posicionamento:

resultados de busca - PRIME

 

Como se destacar nos resultados de busca:

  • Conteúdo
    As pessoas usam a internet em busca de informação, para encontra-la o Google busca diariamente os melhores conteúdos para “ranquea-los” em suas primeiras páginas. Quer estar no topo? Invista em conteúdo! Crie ebooks, vídeos, posts em blogs, quanto maior for à quantidade de cliques em seu site, mais o Google impulsionará os cálculos do mecanismo de busca.
  • Otimização Off – Page

Responsável por 80% do sucesso de uma campanha de SEO, a otimização off-page visa trabalhar na construção de links externos, agregando valor ao seu conteúdo e tornando-o em referência em determinada área. Back link é o link usado para ser levado a outra página, que torna o seu conteúdo mais relevante.

  • Guest Blogging

Guest blog são links seus divulgados em um site ou blog reconhecido. Esses links possuem um valor maior de relevância para o Google. Para conquistar estes “contatos”, conecte-se a críticos, autores, professores, entusiastas, experts ou qualquer um que opere um site em sua área.

  • Plataforma integrada

Web 2.0 é o termo que usamos para designar sites que possuem um componente de rede social integrado. A melhor forma de construir links e criar benefícios fortes de SEO por meio desses sites é criando conteúdo que foque em palavras-chave. Sempre tente incorporar multimídia, como vídeos e imagens.

  • Depoimentos

Depoimentos geram backlinks, e o melhor de tudo, gratuitamente! Ao expor depoimentos de parceiros e fornecedores o cliente/consumidor se identifica com quem emite a mensagem e dá mais crédito ao que a empresa diz.

Como melhorar os resultados de sua Landing Page.

Landing Page, ou páginas de conversão, são páginas cujo objetivo é extrair os melhores resultados do tráfego que é atraído para o seu site, investindo em vendas diretas e geração de leads.

Para melhorar estes resultados, algumas técnicas são empregadas. Você sabe quais delas? Veja como tornar efetiva a sua página de conversão:

como melhorar resultados - landing page. PRIMEX

Como melhorar sua Landing Page:

Conteúdo Unificado: O mesmo conteúdo apresentado na divulgação deve estar contido em sua página, mensagens difusas não convencem nem passam credibilidade.

Headline Efetiva: A frase principal deve ser clara e concisa, evidenciando os principais benefícios do seu produto, atraindo o cliente logo na primeira passada de olhos.

Gramática Impecável: Um conteúdo responsivo, que transmita seriedade e comprometimento por parte da empresa não pode ter erros grotescos gramaticais. Se o português não está correto, quem garante que o seu serviço será?

Depoimentos de Clientes: Informações de terceiros são a garantia de que pontos diferentes de vista também são considerados. Já não é mais você falando bem de si mesmo, é outro, emprestando seu ponto de vista do outro lado, o do cliente.

Chamada Forte: Seja explícito! Nada de meios termos na hora da ação. Clique aqui, baixe o ebook, entre em contato, etc.. todos estes botões devem estar no imperativo, transmitindo firmeza.

Botões de Ação em Destaque : Eles podem parecer apelativos, porém, a intenção real é direcionar todos os esforços a ele, mostrando um caminho que irá coincidir com a ação.

Fluxo Interno da Página: Evite links externos, o objetivo deve estar em sua página e a direção deve levar o prospect a um único destino: A AÇÃO!

Apelo Visual: Recursos gráficos e visuais tem um forte apelo emocional e também tem um poder de impactar a audiência chamando a sua atenção. Contanto, eles devem estar interligados com o objetivo principal da sua página. Ex: Depoimento de clientes.

Topo com Informações Principais: Ao “cair” em sua página, você tem poucos segundos para atrair a atenção do prospect antes de rolar a página. Para atrai-lo foque nas suas principais soluções e evidencie os motivos que o levaram até ali.

Teste de Usabilidade: A forma mais comum e efetiva de se fazer testes de otimização é através de testes A/B. nesses testes você mostra para uma parcela dos visitantes a versão A da página, enquanto o restante vê a versão B. Deste modo é possível saber qual ficou melhor, analisando as taxas de conversão de cada página.

Gestão de Leads – Como fazer e porque é tão importante saber administrá-los?

Na matriz do Marketing B2B – Business to Business, o processo de compra é distribuído em etapas que formam o ciclo conhecido pelos estágios da compra.

Leads são as pessoas que fazem parte deste ciclo de compra e em determinada altura fornecem suas informações de contato em troca de uma oferta de valor, informação ou serviço. Caracterizando-se assim como uma oportunidade de negócio.

Uma gestão de leads bem feita tem o poder de amplificar significativamente os resultados de uma empresa que investe em Marketing Digital e Relacionamento com o Consumidor.

Para amplifica-la, é necessário primeiro conhecer como funciona o ciclo.

Ciclo do Consumidor ao Leads:

leads - PRIME

Processo de Compra do Consumidor:              

  1. O cliente em potencial conhece o tema;
  2. Ele reconhece a necessidade/problema;
  3. O cliente em potencial demonstra interesse em sua “solução”;
  4. Ele compara e avalia as alternativas disponíveis;
  5. O cliente em potencial procede/finaliza a compra;

Em todas as etapas o prospect procura uma grande quantidade de informações e é nestas etapas que qualificamos o prospect e o transformamos em lead.

Prospect, possível cliente interessado. Lead, possível cliente que nos fornece informações. Entende a diferença? O lead é a etapa bem sucedida do prospect.

Sendo assim, o primeiro passo para conseguir obter o contato que irá transformar prospect em lead é produzir um conteúdo que possa guia-lo em longo prazo.

Na Gestão de Lead, o foco está em identificar os diferentes estágios pelos quais os potenciais clientes passam e a partir daí traçar um planejamento que alinhe as informações fornecidas de acordo com o interesse do consumidor em cada estágio.

Com um discurso envolvente é possível que você atraia o seu cliente em potencial para todas as suas plataformas. Twitter, facebook, blog, site, oferecendo um conteúdo relevante para que ele continue a te ouvir ou mantenha contato com a sua marca.

Entre os inúmeros benefícios que um bom trabalho de Gestão de Lead permite conseguir, iremos listar as principais:

  • Permite atrair e reter (através da informação) os potenciais clientes que ainda não estão no momento certo da compra.
  • Diminui a fricção no funil, e portanto, aumenta o número de oportunidades concretas geradas pela área de Marketing.
  • Encurta o ciclo de vendas com estratégias que educam e estimulam aos Leads
  • Aumenta a eficiência, a produtividade e a taxa de conversão em vendas da equipe entregando apenas os leads qualificados, que estão preparados e foram identificados no momento certo.
  • Estabelece uma relação de confiança e credibilidade com o cliente em longo prazo.

Playlist das Musas – Homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Já diria Vinicius de Moraes, no Soneto da Mulher Ideal:

“Uma mulher tem que ter alguma coisa além da beleza, qualquer coisa feliz, qualquer coisa que ri, qualquer coisa que sente saudade… Um pedaço de amor derramado, uma beleza que vem da tristeza que faz um homem que como eu sonhar”.

No Dia Internacional da Mulher nós, da Prime, homenageamos toda mulher que vai muito além da beleza e inspira os mais belos poemas e composições.

Na música, nos cinemas, nos poemas e nas telenovelas, há um pouco da essência da mulher em cada canto, e é especialmente por isso que trouxemos essa playlist repleta de mulheres inspiradoras, impactantes e marcantes.

Mulheres como eu, como você, como todas nós.

Sugestão de Patrícia Prado – Redatora

Sou suspeita para falar desta sugestão por três motivos: Sou apaixonada por essa música, por MPB, e acima de tudo por Lenine. Mas deixando o lado “tiete” de lado, vou apenas anexar o link da composição dela aqui para que vocês vejam por si só a graça que ela é. Minha gente, nem mesmo a Ana do Engenheiros do Hawaii se sentiria tão honrada quanto a mulher que Lenine fala nesta canção! Dê o play e delicie-se:

Sugestão de Felipe Loss – Designer

Tem como não amar uma canção inspirada em um amor da infância? Ainda mais quando ela é escrita pelo lindo, fofo, amado John Mayer (palavras da redatora). Dear Marie é uma daquelas canções que nos faz compreender que desde muito cedo meninas/mulheres são as principais musas inspiradoras dos homens. Só nos resta então, conferir:

Sugestão de Maico Dal Ponte – Programador

Atire a primeira pedra quem nunca se sentiu “uma linda mulher” desfilando em algum corredor a espera do seu Richard Gere enquanto escutava os versos dessa música… Impossível, né? E aah, segundo as sábias palavras do nosso programador que também manda muito bem com as palavras: “Desde sempre a beleza feminina inspirou poetas, músicos e a arte de um modo geral, logicamente que não foi diferente no berço do rock.”

Sugestão de Janderson Bezerra – Estagiário

Desconheço uma pessoa neste mundo que nunca tenha entoado ou escutado um coro de: “Mulher Brasileira em primeiro lugar…” Segundo o nosso estagiário, Janderson: “Recomendo essa música pela singela homenagem feita para as mulheres do nosso país. “Mulher de verdade, sim”, guerreiras, batalhadoras e companheiras essas são mulheres de verdade.