Marketing de Conteúdo: Como segmentar e personalizar.

Marketing de Conteúdo Personalizado: Como tornar mais direcionado e segmentado um conteúdo com propósitos tão bem definidos?

Todos nós sabemos para que o Marketing de Conteúdo é utilizado, inclusive, nós já falamos sobre alguns métodos e demos dicas de como impulsiona-lo, para que sua empresa possa aproveitar ao máximo os benefícios que essa estratégia de marketing tem trazido.

Muitos ainda se perguntam sobre sua necessidade, contudo, seus resultados são incontestáveis. O que nos leva a perguntar, porque é tão importante o Marketing de Conteúdo?

Para falarmos um pouco mais sobre o tema, iremos explanar sobre os reais desejos do consumidor e explicar o porquê as pessoas cada vez mais buscam soluções voltadas as suas necessidades. Veja a seguir:

marketing de conteúdo personalizado - PRIMEX

Marketing de Conteúdo: Como segmentar e personalizar.

O Marketing de Conteúdo é o que determina a relevância de determinada página perante os mecanismos de busca do Google. Logo, quanto mais conteúdo é publicado pela sua empresa, mais bem ranqueado ele se tornará, tornando mais fácil assim a busca pelo seu público-alvo, fazendo com que ele encontre-o por primeiro.

Investir em um Marketing de Conteúdo Personalizado faz com que o consumidor acredite que determinada ação foi feita especificamente para ele, tornando assim mais fácil o processo de tomada de decisão.

Porque é tão importante fazer com que o consumidor se sinta único?

Quando sua empresa se coloca no lugar do público-alvo, ele entende que suas soluções são tão únicas quanto ele, logo, não haverá opção melhor para determinada necessidade apontada pelo consumidor.

É como um jogo de conquista, se sua empresa só tem olhos para o cliente, ele também só terá olhos para sua marca, tornando-se um fiel defensor e o que caracterizamos como “brand lovers”, consumidores apaixonados pela marca, e consequentemente, pela sensação de exclusividade que um bom Marketing de Conteúdo gera.

A seguir, veja como segmentar melhor o seu público alvo, para então personalizar seu conteúdo:

Quem são? Onde estão? Quando? Por que e como acessam o conteúdo?

Estas são as cinco principais questões a serem consideradas na hora de desenvolver uma estratégia de Marketing de Conteúdo personalizado.

Para segmentar seu conteúdo com base no perfil de sua audiência, outros fatores também devem ser considerados, como: tendências do setor, perfil dos tomadores de decisão, características da empresa, fase do ciclo de compra e preferências de conteúdo personalizado.

Mas atenção! Embora existam muitas bases de dados e softwares que disponibilizem informações captadas pelo seu público alvo, a segmentação do público não deve ser feita de forma automatizada.

Para segmentar e personalizar o seu conteúdo, as empresas devem considerar as informações sobre indivíduos, e não sobre grupos. Afinal de contas, é o indivíduo que irá efetuar a compra e consumir o seu conteúdo, e não um determinado grupo com hábitos genéricos.

Dentre as formas em que é possível observar o comportamento do consumidor, analisar o que seu grupo de consumidores em potencial costuma compartilhar e curtir, e que está relacionado ao que você trata em seu negócio pode ser uma forma de encontrar um caminho a ser seguido, e até mesmo um método de comunicação a ser adotado…

Colocar formulários ao fim de posts com questões que induzam o leitor a compartilhar o que gostariam de saber também é uma excelente forma de obter os feedbacks do público ao qual você direciona a mensagem. Podendo assim, ajustar sua estratégia de acordo com as necessidades do seu público alvo.

E por fim, recomendamos que sua empresa faça isso aos poucos… Você pode ter mais trabalho fazendo conteúdo personalizado para um grupo pequeno, mas obterá muito mais retorno a médio e curto prazo, uma vez que estes leads serão muito mais qualificados e aptos para a decisão de compra.

E aí, está pronto para personalizar o seu conteúdo? Conte com a Prime para ajudar você! Nós temos tudo que você precisa para identificar personas e desenvolver estratégias exclusivas, voltadas a sua empresa.

(p.s: viu só como é bom sentir-se único como neste parágrafo?)

Criação de Buyer/Persona: Como estreitar o público alvo.

Como diria Al Ries e Jack Trout no livro: Posicionamento – A batalha por sua mente, “quem quer ser tudo para todos acaba não sendo nada”, ou seja, se você quer fazer sucesso, sua empresa deve ter um posicionamento claro no mercado para conquistar um espaço na mente do consumidor. Entretanto, para adotar um posicionamento, é necessário primeiramente conhecer a fundo o seu público alvo. Você conhece verdadeiramente o comportamento do seu consumidor?

Veja a seguir algumas dicas pra você estreitar o seu público alvo e delinear seu buyer/persona sem erro:

público alvo buyer persona

Criação de Buyer/Persona: Como estreitar o público alvo.

Pesquise muito!                                                                       

Pesquise muito, pesquise bastante, e quando achar que sabe o bastante, pesquise mais. Só há um jeito de conhecer bem o seu público alvo, pesquisando. E isso vai além dos tradicionais “questionários” superficiais, é preciso descobrir as preferências e os hábitos de seu buyer/persona.

Refine os perfis de buyer/persona.

Após pesquisar muito, vários perfis distintos de público alvo podem ser traçados, tornando a estratégia de marketing de sua empresa muito mais difícil. Sendo assim, após fazer a coleta de dados, selecione uns dois ou três perfis de público alvo principais e priorize-os.

Qualifique os perfis de buyer/persona.

Em toda e qualquer estratégia de marketing, há dois tipos de públicos a serem trabalhados: os possíveis clientes x clientes em potencial. Nestes casos, os possíveis clientes podem não necessariamente tornar-se clientes em potencial, mas já os clientes em potencial muito provavelmente estarão qualificados para finalizar uma compra. Sendo assim, na hora de traçar sua estratégia de comunicação, priorize o grupo de clientes em potencial para uma abordagem mais direta e efetiva.

Agrupe preferências

Os perfis de público alvo não precisam ser agrupados necessariamente por faixa etária, eles podem ser divididos de acordo com seus gostos e preferências para serem abordados de acordo com dados mais específicos do gênero do que propriamente a idade.

Cumprindo estas etapas, sua empresa poderá direcionar de forma muito mais assertiva todas as etapas do marketing de conteúdo, que incluem produção, publicação, planejamento e muito mais.

Newsletter: Como tornar atrativo um boletim informativo.

Embora seja muitas vezes pré-julgada e mal compreendida, a newsletter, frequentemente confundida com o spam, é um boletim informativo que visa atrair o público alvo ao seu blog, fidelizando o através de um conteúdo informativo, e acima de tudo, relevante. Mas como tornar atrativo uma newsletter que só contem informações?

Veja a seguir algumas dicas para tornar o seu boletim informativo tão atraente quanto o conteúdo do blog (se não mais).

newsletter

Newsletter: Dicas para torna-la atraente.

Invista no Design! Um layout bem distribuído, com textos curtos e breves pausas é capaz não só de tornar a navegação atrativa, mas também contribuir para que o target passe mais tempo lendo sua newsletter. Como faze-la? Divida o conteúdo em editoriais, usando uma imagem para cada “sessão” do blog: Exemplo: moda, dicas, look do dia.

Intercale o conteúdo. Torne a leitura fluída, agradável, molde a estrutura do texto intercalando entre títulos instigantes, imagens e pequenos textos distribuídos em sessões. Trabalhe com hiperlinks e vá além do demonstrado enriquecendo a experiência com o navegador.

Torne o título irresistível! Instigue, brinque, use uma combinação de palavras chaves capaz de atrair o mais cético dos leitores. Quatro ou cinco palavras são suficientes, saiba como transforma-la em um “gancho” para algo mais e não desperdice o primeiro contato visual.

Faça da poesia uma canção. A arte de escrever bem vai além do que é correto e da concordância verbal. Um bom texto é capaz de te atrair mesmo com incontáveis números de linhas. Tem que ter sonoridade, tem que ter ritmo, tem que ter o “borogodó”. Uma dica é você pontuar os textos em breves tópicos, pausando os textos sem se prolongar.

Seja pontual. A regularidade/periodicidade com que você mantem o seu leitor informado é o que determina a frequência de visitas. Com que frequência você envia suas newsletter? Que frequência é ideal de acordo com o seu público alvo/modelo de negócio? Defina um calendário e siga-o regularmente para fidelizar.

Você sabe como criar/enviar sua newsletter? Conte com a gente para te ajudar! Entre em contato com a Agência Prime.

Dicas para aumentar o tráfego e o número de acessos em seus posts.

Matematicamente falando, a lógica é simples: Quanto maior for o tráfego de posts publicados em seu blog, maior será o número de acessos, e consequentemente, leads qualificados ao final do funil.

Teoricamente, o conceito é bem simples. Entretanto, se a chave para um conteúdo de sucesso fosse determinado apenas pela frequência, poderíamos assegurar que muitas páginas teriam um alcance bem maior.

Sendo assim, qual o segredo para aumentar o tráfego e o número de posts em seu blog? Veja a seguir que medidas tomar:

posts

 

Como aumentar o número de acessos em seus posts.

Participe de Grupos de Discussão

Fóruns abertos e redes sociais profissionais, como o Linkedin, são meios de acesso a nichos de mercado onde o público alvo é bem delimitado e mais ajustado aos interesses do seu blog. Através deles, você pode não somente promover o seu site, como também interagir com o público e tirar ótimos insights de conteúdos a serem trabalhados por seu blog.

Enriqueça seu conteúdo com Hiperlinks

Hiperlinks externos aumentam o tempo de permanência do público em sua página, além de reforçar a navegabilidade do mesmo oferecendo-lhes conteúdos mais completos e relacionados ao assunto com a facilidade de apenas um clique. Você pode trabalhar com os próprios conteúdos antigos, linkando algumas palavras chaves, ou sugerir posts relacionados no final de cada postagem, utilizando uma técnica similar a da palavra puxa palavra, com conteúdo puxa conteúdo.

Mantenha a frequência

Quanto maior for o volume de conteúdo produzido, melhor será sua estratégia de alcance… Você pode publicar conteúdos diariamente, 3x por semana, ou 1x por semana, de acordo com a disponibilidade de tempo e a validade do conteúdo publicado. Qual a relevância do que você produz? Tenha sempre em mente que a qualidade é que vale mais!

Desenvolva newsletters interessantes

Como todo funil de vendas, o objetivo principal do marketing de conteúdo é captar contatos e qualificar leads. Para que isso ocorra, é preciso desenvolver newsletters interessantes, que estimulem o leitor a “deixar” seu contato e mantenham o target aberto ao diálogo. Portanto, invista em newsletters informativas e só em um segundo momento evolua para o email marketing, sempre avaliando o nível de interesse do consumidor (e sua disponibilidade). Não caia na tentação de ser inconveniente.

Facilite o compartilhamento e a interação

Incentive o engajamento através de caixas de comentários simplificadas e plug-ins de redes sociais que facilitem o compartilhamento de conteúdo para o maior número de pessoas, quanto mais o conteúdo aparecer na timeline dos outros, mais pessoas conhecerão o seu blog, e consequentemente, se tornarão possíveis leitores assíduos.

Por fim, cite autoridades e especialistas como referência para o conteúdo de seus posts, agregando valor ao que é produzido e aumentando a credibilidade de suas postagens, aumentando as chances de replicarem o seu conteúdo. Um bom número de clientes bem alimentados são a chave para o sucesso de uma estratégia de conteúdo, resultando no objetivo principal: o fechamento de negócios.

Como definir a frequência ideal de publicações no blog.

Qual é a chave para desenvolver um conteúdo relevante, que tenha alcance e ao mesmo tempo engajamento?

Como definir a frequência ideal de publicações no blog?

Esta e outras perguntas são essenciais para quem trabalha com Marketing de Conteúdo, especialmente quando este está ligado a produção e desenvolvimento de conteúdos voltado a blogs institucionais.

Para saber mais sobre o que determina a periodicidade e o intervalo de tempo entre publicações a serem postadas no blog, veja as variáveis que o definem:

blog - primex

Frequência Ideal de Publicações no Blog: Como definir?

Constância

Segundo uma pesquisa realizada pela Hubspot, 82 % dos profissionais que atualizavam o blog diariamente conquistaram ao menos um cliente através dele, ao contrário dos 57% que atualizavam mensalmente.

Um blog com acessos precisa ter mais do que conteúdo interessante, não basta ter um conteúdo bom se você não atualiza com constância, caso contrário, porque o leitor se sentiria motivado a retornar?

Formato de Texto

Atualizar com constância é importante, entretanto, de nada adianta alimentar o seu blog frequentemente com notícias, textos e artigos irrelevantes, que não agregam valor a sua página. Conteúdos bons levam tempo, seu leitor não irá se importar de esperar por algo bom ou realmente relevante. Portanto, invista!

Regularidade

O processo de fidelização do leitor vai além do conteúdo, ao postar com muita frequência, você pode tornar a leitura do blog de quem o acompanha cansativa, por exemplo, se você posta 3x ao dia durante uma semana e 2x na semana, na semana seguinte, a sua audiência pode ficar “perdida” e com a impressão de nunca saber o que lhe espera quando abre o seu blog.

Qualidade

Esteja sempre em busca do melhor, se quiser destacar-se. Faça filtros, seja seletivo e tenha uma visão crítica sobre suas próprias produções. É necessário ser muito bom no que se faz para conquistar a preferência do público. Lembre-se: Às vezes, menos é mais. Menos posts com mais conteúdos. Conteúdos completos ao invés de segmentados… Qualidade é a chave deste modelo de Marketing de Conteúdo.

Está com dificuldades de atender essas necessidades?

A Agência Prime pode cuidar de tudo pra você! Entre em contato com a gente 😉

Marketing de Conteúdo, quais métodos podemos utilizar?

O Marketing de Conteúdo tem crescido cada vez mais, tornando-se uma das principais ferramentas para quem deseja atrair o público alvo e aumentar a taxa de conversão, indo de encontro aos prospects e qualificando os leads para a decisão de compra.

Entretanto, como fazer de um modelo/estratégia já esgotado uma fonte ainda rentável sem cair no “pieguismo” tradicional de mais do mesmo?

marketing de conteúdo - AGENCIA PRIME

 

Veja a seguir alguns métodos pra você utilizar o Marketing de Conteúdo:

Blog Post

É considerado um dos pilares do Marketing de Conteúdo. Sua proposta é simples e permite a elaboração de conteúdos facilmente dissemináveis, que posteriormente atraem visitantes.

Guest Post

Consiste na elaboração de posts para blogs e links externos. Seu método é efetivo, pois ao produzir conteúdo para outros portais, uma nova audiência pode ser alcançada, expandindo a presença de sua marca para outros âmbitos.

Infográfico

Com apelo mais visual, os infográficos são um ótimo método para apresentar o conteúdo de uma maneira menos densa e mais interativa. Os elementos presentes no infográfico podem “conversar” com o conteúdo, tornando-o ainda mais rico e de interpretação/leitura mais fácil.

Webinar

É um formato de palestra via streaming que tem a vantagem de poder ser feito em qualquer lugar sem demandar de muita tecnologia. É um excelente método para captar dados (como email, telefone) e pode ser utilizado como página de conversão.

E-book

Apresenta um conteúdo mais extenso e completo, geralmente disponibilizado em pdf para download em landings pages em troca de informações de contato. Seu formato é adequado para temas mais complexos que necessitam de explicações mais detalhadas.

Cases de Sucesso

É a maneira mais “palpável” de exemplificar os benefícios do seu produto/serviço. Com ele você pode trabalhar por meio de fatos e dados tangíveis, evidenciando as soluções oferecidas pela sua organização.

Porque não entregar somente o conteúdo que sua audiência quer.

Em tempos de Google Analytics e um marketing cada vez mais segmentado e direcionado, você já se perguntou se é realmente isso que sua audiência quer?

audiência

O próprio Steve Jobs já dizia: “As pessoas não sabem o que querem, até mostrarmos a elas.” Isso significa que, se você dá a sua audiência só o que ela quer você nunca irá gerar um desejo/necessidade por algo novo que sua empresa possa vir a trazer.

Resumidamente, se o conteúdo que seu público deseja não tem relação com o produto/serviço que sua empresa oferece o alcance deste conteúdo não resultará em um impacto efetivo, convertendo o alcance em vendas.
A seguir, veja alguns motivos para não entregar somente o que sua audiência quer:

Porque não entregar só o que a audiência quer?

O conteúdo que sua audiência quer só é relevante se sua audiência for relevante.

Se sua empresa construiu uma audiência focando apenas no aumento do número likes, é possível que esta audiência tenha um público muito variado, sem um target bem definido e com o perfil alinhado a sua empresa. Nestes casos, este público dificilmente se tornará consumidor e influenciador da marca. Criar e publicar conteúdo para uma audiência sem target não faz sentido para quem é consumidor.

Segmentos/produtos novos requerem conteúdos novos para targets novos.

É como foi dito anteriormente lá em cima, se sua empresa deseja inovar, lançando-se em categorias novas ou produtos novos, é necessário criar algo que vá além do que sua audiência quer para atrair um novo target que corresponda ao perfil deste novo segmento/produto. Ao apresentar um produto ou serviço novo, você precisa mostrar a sua audiência o porquê ela vai precisar deste produto ou serviço e gerar necessidade.

Sua audiência pode não saber o que quer, e sua empresa talvez precise mostra-la.

Retomando novamente a introdução deste texto, o próprio Steve Jobs já sabia que: “As pessoas não sabem o que querem, até mostrarmos a ela”, foi assim com o lançamento do Iphone e a tecnologia touchscreen. Antes de ser criada, as pessoas sequer desejavam isso. Entretanto, uma vez que foi inventado, as pessoas passaram a necessitar dela. Resumidamente: É hora de parar de oferecer o que seu concorrente oferece e inovar para destacar-se em seu segmento.
Este conteúdo foi inspirado na tradução do artigo retirado originalmente em: Social Media Today.