Criação de Buyer/Persona: Como estreitar o público alvo.

Como diria Al Ries e Jack Trout no livro: Posicionamento – A batalha por sua mente, “quem quer ser tudo para todos acaba não sendo nada”, ou seja, se você quer fazer sucesso, sua empresa deve ter um posicionamento claro no mercado para conquistar um espaço na mente do consumidor. Entretanto, para adotar um posicionamento, é necessário primeiramente conhecer a fundo o seu público alvo. Você conhece verdadeiramente o comportamento do seu consumidor?

Veja a seguir algumas dicas pra você estreitar o seu público alvo e delinear seu buyer/persona sem erro:

público alvo buyer persona

Criação de Buyer/Persona: Como estreitar o público alvo.

Pesquise muito!                                                                       

Pesquise muito, pesquise bastante, e quando achar que sabe o bastante, pesquise mais. Só há um jeito de conhecer bem o seu público alvo, pesquisando. E isso vai além dos tradicionais “questionários” superficiais, é preciso descobrir as preferências e os hábitos de seu buyer/persona.

Refine os perfis de buyer/persona.

Após pesquisar muito, vários perfis distintos de público alvo podem ser traçados, tornando a estratégia de marketing de sua empresa muito mais difícil. Sendo assim, após fazer a coleta de dados, selecione uns dois ou três perfis de público alvo principais e priorize-os.

Qualifique os perfis de buyer/persona.

Em toda e qualquer estratégia de marketing, há dois tipos de públicos a serem trabalhados: os possíveis clientes x clientes em potencial. Nestes casos, os possíveis clientes podem não necessariamente tornar-se clientes em potencial, mas já os clientes em potencial muito provavelmente estarão qualificados para finalizar uma compra. Sendo assim, na hora de traçar sua estratégia de comunicação, priorize o grupo de clientes em potencial para uma abordagem mais direta e efetiva.

Agrupe preferências

Os perfis de público alvo não precisam ser agrupados necessariamente por faixa etária, eles podem ser divididos de acordo com seus gostos e preferências para serem abordados de acordo com dados mais específicos do gênero do que propriamente a idade.

Cumprindo estas etapas, sua empresa poderá direcionar de forma muito mais assertiva todas as etapas do marketing de conteúdo, que incluem produção, publicação, planejamento e muito mais.

Como criar conteúdo sem ter visitantes.

Um dos grandes desafios pra quem começa a trabalhar com marketing de conteúdo, seja em mídias sociais, blog ou site é saber o tipo de informação que atrai visitantes.

Como fazer seu conteúdo ser visto? Como torna-lo atraente para o seu target?

A seguir, iremos falar sobre alguns pontos indispensáveis para criar um conteúdo interessante para o seu público alvo:

conteúdo - PRIMEX

Conteúdo: Como começar sem visitantes

Identifique seu Público – Alvo

Antes de elaborar o conteúdo faça uma descrição detalhada do seu público-alvo. Identifique-o! Sua faixa etária, seus hábitos, preferências e anseios. Faça um “mapeamento” de interesses do seu público-alvo e trabalhe sobre eles.

Encontre Soluções

Uma vez que o seu público-alvo é identificado, é hora de descobrir que problemas sua empresa deve solucionar, de acordo com os desejos apontados pela sua audiência.
Lembre-se: O possível cliente não está interessado em seu produto/serviço, mas em sua solução/benefícios. Demonstre-os através de uma base sólida de conteúdo.

Conheça o Mercado

O conteúdo já foi definido, mas só isso não basta. De nada adianta ter um conteúdo interessante se você não sabe como abordar o seu público alvo, para então estabelecer um diálogo/relacionamento. Como fazer isso? Aprenda com quem já faz! A concorrência pode ser um belíssimo exemplo do que fazer e do que não fazer, retire o melhor de cada um deles, acertos e falhas, e faça melhor!

Entenda o comportamento do seu usuário

Como o seu target responde as interações? Quais plataformas eles preferem utilizar? Que conteúdo se dissolve mais (e melhor) dentre os formatos disponíveis? Quais palavras chaves são as mais procuradas por ele? Todas estas perguntas fazem parte do comportamento do consumidor, você sabe quais são as respostas?

Para descobri-las pegue os principais termos do seu negócio (solução/problema), coloque-os no Google Trends e descubra os termos relacionados que podem ser explorados. Depois, basta só monitorar os termos para identificar os líderes dos termos e prioriza-los para construir a base do seu conteúdo a seguir.

Conheça os canais de distribuição

O conteúdo já está pronto, o público alvo já foi definido, os interesses já foram classificados. Hora de definir os canais de distribuição… Quais deles são os mais adequados? Para saber quais são as melhores plataformas você deve voltar ao Google Trend e observar em quais lugares mais aparecem os termos: blogs ou mídias sociais?

Determinados assuntos podem ser mais bem sucedidos em determinada plataforma, enquanto outro não. Neste caso, você pode segmentar os assuntos de acordo estes dados, deixando conteúdos mais densos para blogs, enquanto trabalha com os mais “fáceis” de assimilar em mídias sociais, por exemplo.

Entretanto, é importante sempre frisar que: independente da plataforma, do formato do conteúdo e afins, constância e relevância são as palavras chaves para um conteúdo e site (blog) otimizados em todos os sentidos. Só se conquista o público-alvo persistindo.